quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Consciência do nada...

"Dormistes com o vazio...Acordai-vos com a futilidade...”
O desigual, desproporcional, estranha a seu ver, eviscera o quanto és infrutífero!!
Continue refém da mendicância espiritual que verás que de nada serviu...
Sentirás uma insaciedade gutural rompendo-lhe as entranhas,
De tal modo que o clamor de conteúdo suprimirá tudo aquilo
Que aos olhos opacos que figuram em seu rosto não percebem!
Despir a alma dos falsos credos é tão difícil
Quanto perceber que passastes a vida no mar da ilusão infantil....
O mundo não é ao seu favor..ele orbita na abóboda e tu és poeira cósmica
Entre os incontáveis astros do infinito...
Entre tu e o nada, existe pouca diferença na visão cosmológica...
Vislumbrastes roupas, marcas,modelos e ídolos....
Que de nada o servirá...continuarás vazio....oco...
A aceitação só vem se aceitares de que nada servirá
O que você pensa....
O que você acha....
As suas considerações....
A sua opinião...
Quando chegares a hora de partir....
Somente ficará os valores forjados nos outros corações...
Os teus atos...ações...valores....
Suas ideias, opiniões....morrerão contigo....
Suas roupas e bens perecerão...o tempo é um consumista desleal...
Aceites...essa é a eloquência da razão...se não aceitares por bem...
"Dormirás com o vazio...Acordará com a futilidade...”


Ronaldo Camillo Rigante   08 de Agosto de 2014

Consciência
Adicionar legenda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PDF

Print Friendly and PDF